Atlético goleia La Guaira e garante melhor campanha geral da Libertadores

O Atlético Mineiro não teve dificuldades contra o Deportivo La Guaira pela última rodada da fase de grupo da Libertadores.

Atlético goleia La Guaira e garante melhor campanha geral da Libertadores

O Atlético Mineiro não teve dificuldades contra o Deportivo La Guaira pela última rodada da fase de grupo da Libertadores. O Galo dominou o jogo e bateu a equipe venezuelana, no Mineirão, por 4 a 0. Os gols do jogo foram marcados por Savarino, Marrony, Hulk e Nathan. A vitória dá ao Atlético Mineiro a melhor campanha da primeira fase da Libertadores e consequentemente do Grupo H, com 16 pontos conquistados. O Deportivo La Guaira terminou em quarto, com três pontos.  Galo dono do jogo O primeiro tempo foi de um time só. Já garantido na próxima fase, o Atlético Mineiro dominou completamente a partida, teve bem mais posse de bola e empilhou oportunidades. A primeira grande chance foi aos oito minutos, quando Arana pegou a sobra, bateu forte de primeira e mandou muito perto do gol.  O Galo foi melhor. Aos 14, Hulk perdeu a chance de abrir o placar ao desviar de cabeça na segunda trave, após cobrança de escanteio de Nacho, e mandar para fora. Quem também errou a cabeçada foi Marrony. Aos 18, o jovem atacante teve boa oportunidade após cruzamento de Savarino, mas na pequena área finalizou mal. A pressão continuou. Aos 24, Hulk perdeu outra boa chance cara a cara com Olses. Aos 25, o goleiro do La Guaira fez ótima defesa em chute forte de Allan. Mas aos 28, depois de tanto pressionar, o Atlético Mineiro saiu na frente. Guilherme Arana deu ótimo passe para Hulk, que de frente para o o gol, só rolou para o lado para Savarino mandar para as redes.  O gol não mudou a postura da equipe brasileira. Aos 35, Olses fez duas ótimas defesas. Primeiro, na cabeçada de Hulk e logo em seguida em chute de Guga. Aos 43, o goleiro até apareceu novamente, mas não conseguiu impedir o segundo gol do Atlético. Alonso cruzou, Igor Rabello tocou para o meio e Marrony finalizou duas vezes para ampliar o marcador. Só deu Hulk A equipe brasileira não precisou de muito tempo para voltar a marcar. Aos quatro, Hulk recebeu na entrada da área, fez ótima tabela com Nacho Fernández, passou pelo marcador e bateu cruzado. Um belo gol do camisa 7. O La Guaira chegou com perigo pela primeira vez no jogo aos 7, quando após cobrança de escanteio, Ortiz subiu sozinho e cabeceou para baixo, mandando rente à trave. Somente depois do terceiro gol que o Atlético Mineiro diminuiu um pouco o ritmo. Aos 12, Marrony teve ótima oportunidade ao chegar para finalizar após cruzamento de Arana, mas mandou mal. A equipe venezuelana voltou a finalizar aos 22, em cobrança de falta de Lucena que passou próximo do travessão. Mesmo com uma intensidade menor, o Atlético ainda tinha total controle da partida e seguiu com chances de ampliar. Aos 30, Hulk recebeu bom cruzamento de Nacho, cabeceou para baixo, a bola quicou e passou por cima do travessão. Aso 36, Vargas tentou marcar o dele, mas parou no goleiro Olses. Na reta final, Hulk quase fez mais um. Aos 42, o atacante chutou forte da entrada da área e mandou rente à trave. No último minuto ainda deu tempo de Nathan marcar o dele, Aos 48, o meia recebeu ótimo cruzamento de Guilherme Arana, se jogou bonito da bola e mandou para as redes. Mais um gol e Galo garantindo a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores.