Tabela do Brasileirão 2022: clubes, quando começa e premiação

Mais uma edição do Campeonato Brasileiro se aproxima. Vinte equipes disputam a primeira divisão do futebol brasileiro em uma competição de qualidade e grandes confrontos em campo, com início em 9 de abril. A seguir, confira a tabela do Brasileirão 2022, como funciona, quais times jogam e a premiação do torneio no ano.

Tabela do Brasileirão 2022: clubes, quando começa e premiação

Quais clubes disputam o Brasileirão 2022?

Vinte clubes disputam o Brasileirão em 2022. São eles América-MG, Athletico-PR, Atlético-GO, Atlético-MG, Avaí, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, Cuiabá, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Juventude, Palmeiras, RB Bragantino, Santos e São Paulo.

A primeira divisão consiste em 38 rodadas, divididas em turno e returno onde cada equipe enfrenta o seu adversário uma vez em casa e fora da outra vez. Como de costume, a edição acontece em pontos corridos e nenhum dos regulamentos para classificação de torneios internacionais e rebaixamento foram alterados.

A primeira rodada está marcada para o dia 9 de abril, seguindo até 13 de novembro, data marcada para a última rodada da competição, ou 38ª na tabela.

Confira a seguir os jogos da primeira rodada na Tabela do Brasileirão 2022.

 

PRIMEIRA RODADA (09/04, 10/04 ou 11/04)

Atlético-GO x Flamengo
Atlético-MG x Internacional
Fluminense x Santos
Botafogo x Corinthians
Avaí x América-MG
São Paulo x Athletico
Palmeiras x Ceará
Juventude x Bragantino
Fortaleza x Cuiabá
Coritiba x Goiás

Tabela do Brasileirão 2022

Vinte equipes disputam a Série A. Em cada rodada, a classificação da Tabela do Brasileirão 2022 sofre alteração onde os times sobem e descem na parte de cima ou para baixo. Cada vitória vale 3 pontos, enquanto o empate vai para 1 e a derrota nenhum para os dois.

1 América MG –
2 Athletico PR –
3 Atlético GO –
4 Atlético MG –
5 Avaí –
6 Botafogo –
7 Ceará –
8 Corinthians –
9 Coritiba –
10 Cuiabá –
11 Flamengo –
12 Fluminense –
13 Fortaleza –
14 Goiás –
15 Internacional –
16 Juventude –
17 Palmeiras – 
18 RB Bragantino – 
19 Santos – 
20 São Paulo – 

Quantos times vão para a Libertadores e Sul-Americana?

Os cinco primeiros colocados do Campeonato Brasileiro na primeira divisão ganham vaga na fase de grupos da Libertadores no ano que vem. Já o quinto e sexto colocado seguirão para a fase preliminar do torneio.

É importante ressaltar que, se o primeiro lugar do Brasileirão vencer a Libertadores ou Copa do Brasil, aí a tabela do Brasileirão em 2022 se estende e novas vagas ganham espaço.

Para a Sul-Americana serão seis times classificados, sendo os primeiros depois dos clubes da Libertadores.

Por fim, os quatro últimos colocados da tabela descem para a segunda divisão do Brasileirão.

Premiação do Brasileirão em 2022

A CBF ainda não divulgou os valores que serão entregues aos times no Brasileirão em 2022. Entretanto, tomando como consideração os números da edição anterior, é possível ter noção do quanto os clubes irão arrecadar com cada uma das colocações ao fim da temporada.

Se os valores não sofrerem alterações pela CBF, o campeão do Brasileirão deverá herdar aos cofres R$ 33 milhões, enquanto o vice leva R$ 31,3 milhões. Fechando o pódio, o terceiro leva 29,7 milhões de reais.

A entidade premia do 1º até o 16º colocado do Campeonato Brasileiro. O último colocado garante o valor de 11 milhões de reais. Confira a seguir os valores completos referentes ao ano passado, em 2021, mas que podem se repetir este ano.

 

1º Atlético-MG – R$ 33 milhões
2º Flamengo – R$ 31,3 milhões
3º Palmeiras – R$ 29,7 milhões
4º Fortaleza  – R$ 28 milhões
5º Corinthians – R$ 26,4 milhões
6º RB Bragantino – R$ 24,7 milhões
7º Fluminense – R$ 23,1 milhões
8º América-MG – R$ 21,4 milhões
9º Atlético-GO – R$ 19,8 milhões
10º Santos – R$ 18,1 milhões
11º Ceará – R$ 15,5 milhões
12º Internacional – R$ 14,6 milhões
13º São Paulo – R$ 13,7 milhões
14º Athletico-PR – R$ 12,8 milhões
15º Cuiabá – R$ 11,9 milhões
16º Juventude – R$ 11 milhões

Critério de desempate do Brasileirão 2022

Assim como o regulamento, os critérios de desempate do Brasileirão também não sofreram alterações este ano pela CBF. A principal regra utilizada é o maior número de vitórias entre os dois times ou mais ao final do campeonato, seguindo de saldo de gols ou maior número de gols pró.

Confira a seguir a lista completa.

 

1º) maior número de vitórias;
2º) maior saldo de gols;
3º) maior número de gols pró;
4º) confronto direto;
5º) menor número de cartões vermelhos recebidos;
6º) menor número de cartões amarelos recebidos;
7º) sorteio.